NOSSA MISSÃO

VISÃO:

A OMEBE vê o Brasil cristão evangélico em constante crescimento quantitativo e qualitativo, espiritual e numérico, através da ação do Espírito Santo, na vida dos LÍDERES e LIDERADOS evangélicos, membros das igrejas, enquanto promovendo a adoração a Deus, a pregação do evangelho, o avanço missionário, a integração dos cristãos na família de Deus, a comunhão fraternal entre eles, a responsabilidade e serviço social cristãos entre outros valores.

 

MISSÃO:

A missão da OMEBE é “Unir o Ministério Evangélico”,  respeitando as peculiaridades, crenças, diferenças e regimes de governo de “todas” e “cada” denominação ou segmento evangélico que operam no Brasil e no mundo.”

 

PROPÓSITOS:

1. Promover a união fraterna entre os ministros -  homens e mulheres - líderes tais como, diáconos, presbíteros, pastores, ministros multi-funções, professores e empreendedores em geral (Efésios 4:11-14) que, respeitadas as peculiaridades de cada denominação ou segmento evangélico, desejem trabalhar em conjunto para promover o crescimento do reino de Deus no Brasil e no mundo;

 

2. Manter um espaço fraternal onde as lideranças evangélicas possam se encontrar e desenvolver projetos que busquem o crescimento do Reino de Deus e da Igreja Corpo de Cristo, em solo pátrio, e além fronteiras;

 

3. Criar e manter Encontros Periódicos entre os presidentes e líderes das diversas denominações e segmentos evangélicos que operam no Brasil, com vistas a cooperarem na divulgação da Bíblia Sagrada, das Missões, da Educação Cristã, nas Igrejas e na Sociedade, da Evangelização, das Obras Sociais, da Ação Social e da Capelania Evangélica, em geral;

 

4. Estimular a criação de OMEBEs Municipais, em todos os 5.578 Municípios do Brasil, com vistas a “Unir O Ministério Evangélico” na busca do crescimento espiritual e numérico das igrejas evangélicas no Brasil;

 

5. Criar e manter serviços que beneficiem toda a Comunidade Evangélica no Brasil, nas áreas de educação, saúde e bem-estar social, que levem à melhor qualidade de vida, em termos ecológicos e ambientais;

 

6. Estimular e prover a boa formação e especialização dos Ministros Evangélicos, com vistas a um melhor desempenho de suas funções na Igreja Local e no Corpo de Cristo, no Brasil e nos países de fala Portuguesa.